19 de outubro de 2008

É Tempo de Pilritos (Alıç)

É Tempo de Pilritos (Alıç)

Esta é a altura do ano em que se costumam ver à venda nas ruas da Turquia belos "colares" de alıç.
Alıç (Crataegus Monogyna) é o fruto de um arbusto espinhoso que, em Português, tem a designação de pilriteiro, pirliteiro, carapeteiro, carrapiteiro ou espinheiro-alvar. Possui muitas mais designações conforme a região do país, nomeadamente, cratego, abronceiro, branca-espinha, cambrulheiro, combroeiro, escalheiro, escrambrulheiro, espinha-branca, espinheiro-branco, espinheiro-ordinário, estrapoeiro e estrepeiro. Pode atingir 500 anos de idade e cresce em toda a Europa. Floresce geralmente no mês de Maio e as suas flores são pequenas e brancas.



Os seus frutos são designados por pilrito ou pilrete e terão sido consumidos na Pré-História, como comprovam os caroços encontrados em várias estações arqueológicas desse período, a par de utensílios com cabos feitos a partir da madeira do pilriteiro que é extremamente forte.
Os pilritos são bagas de tamanho pequeno, amarelas ou avermelhadas com sabor e textura entre a maçã e a pêra e com um travo levemente ácido. São conhecidas as suas propriedades medicinais, especialmente no que respeita ao sistema circulatório e coração.


Vendedor de simit (roscas de sésamo) e de alıç em Ulus (centro histórico de Ancara).

Na Turquia estes frutos não costumam ser vendidos em supermercados e grandes superfícies. São colhidos principalmente pelos camponeses nas aldeias, que os trazem para as cidades e os vendem a vendedores ambulantes. São introduzidos num fio de pesca, cujas extremidades são unidas formando um "colar". A intenção é colocar estes "colares" ao pescoço enquanto se come. São principalmente as crianças que o fazem.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...linkwithin_text='Poderá também gostar de:'