11 de Abril de 2008

Rakı: A Bebida Nacional da Turquia

Rakı

O Rakı é considerado a bebida nacional da Turquia, país onde se consomem anualmente cerca de 60 milhões de litros desta bebida, ultrapassando largamente o consumo de vinho e de outras bebidas alcoólicas.
É uma bebida destilada, produzida essencialmente a partir de uvas secas, mas também existem variedades produzidas a partir de uvas frescas (Yaş Uzum Rakısı). É aromatizado com anis e apresenta um teor de álcool que pode variar entre os 40 e os 50 por cento.

Rakı

Não se sabe ao certo onde e quando é que o Rakı foi inventado, sendo no entanto uma certeza que a sua história não é tão antiga quanto a do vinho ou cerveja.
Nos países do próximo e médio oriente esta bebida é conhecida por nomes diferentes, tais como Arak, Araka, Araki e Ariki, nomes que têm todos a mesma origem. Há quem defenda que esse nome deriva de Iraqi (Iraque) porque terá sido produzida pela primeira vez no Iraque, difundindo-se depois para outras regiões. Outros defendem que o seu nome advém das uvas razaki utilizadas na sua produção. Outra teoria é a de que Arak em Árabe significa "doce" e Araki quer dizer "o que torna algo doce". Como tal, a palavra derivaria do Árabe por analogia entre as gotículas do processo de destilação e as gotículas da calda de açúcar dos doces.
A bebida feita na Anatólia e conhecida como Rakı turco data de há mais de 300 anos. O famoso viajante turco Evliya Çelebi enumerou os artesãos de Istambul no primeiro volume do seu livro de viagens que escreveu em 1630. Entre os artesãos ele também menciona os produtores de Arak. Quando menciona que o Arak era feito com todo o tipo de plantas, também refere o Rakı dizendo que "beber uma gota desta bebida intoxicante é pecado". Sabe-se que naquele tempo, em Istambul, 300 pessoas em 100 lojas se ocupavam da produção e venda de Rakı. Evliya Çelebi fala da existência de tabernas em Istambul, especialmente em Samatya, Kumkapı, Balıkpazarı, Unkapanı, Fener, Balat e nas duas margens do Bósforo, acrescentando que "Galata significa tabernas". Evliya Çelebi refere as pequenas lojas de vinhos e os tipos de vinho que vendiam, e menciona as tabernas que vendem Rakı, assim como todos os tipos de Rakı: Rakı de vinho, Rakı de banana, Rakı de mostarda, Rakı de tília, Rakı de canela, Rakı de cravo-da-índia, Rakı de romã, Rakı anisado.

Rakı

Na Turquia, o Rakı feito a partir de mosto de uva costumava ser denominado de Rakı Düz ou Hay Rakı. Existem algumas variantes de Rakı, nomeadamente o Sarı Zeybek, um Rakı amarelado e mais suave envelhecido em barris de carvalho durante seis meses, e o Rakı com adição de goma mástique denominado Sakızlı Rakı.
Para além dos países árabes, outros países possuem a sua versão de Rakı. Algumas apresentam diferenças ténues, e outras distanciam-se mais. O Líbano tem o Rakı Zahle que recebeu esse nome por ser fabricado na cidade de Zahle. Na parte oriental da Índia uma bebida produzida a partir da destilação de seiva de cana de açúcar é chamada Arak, e o mesmo nome é dado no Sri Lanka e Malásia a uma bebida alcoólica feita a partir da destilação da seiva da palmeira. No Irão a bebida feita segundo o mesmo processo com uvas e tâmaras também é chamada de Arak. A Grécia também possui uma bebida chamada Rakı mas diferente da variante turca. Já a outra bebida produzida na Grécia e denominada Ouzo assemelha-se bastante ao Rakı turco. Quando tem goma mástique na sua composição passa a chamar-se Mastika. Já Duziko, reporta-se ao Rakı anisado.

Rakı

Até à Primeira Guerra Mundial, o Rakı foi produzido a partir do mosto de uvas resultante do processo do fabrico do vinho. A partir dessa altura as uvas secas passaram a ser utilizadas na produção do Rakı. Para um Rakı de boa qualidade, as uvas sem sementes e as sementes de anis de Çesme, em Izmir, são as preferidas. Por essa razão, muitas fábricas de Rakı localizam-se perto de Izmir, para tirarem partido da grande quantidade e qualidade das uvas e do anis aí produzidos. A agricultura do anis cresceu paralelamente à indústria do Rakı. Quando a certa altura as bebidas alcoólicas foram proibidas, os produtores de anis adoptaram prontamente medidas para reverter esse processo. As autoridades administrativas, especialmente nos meios pequenos, estão atentas à produção ilegal de Rakı e fiscalizam todas as normas técnicas da sua produção para evitar fraudes.
A marca Yeni Rakı é a mais popular na Turquia. O Yeni Rakı é obtido a partir da destilação de uva seca (suma) em alambiques de cobre tradicionais. A suma usada na produção do Rakı é uma uva destilada com 94,5 por cento de álcool para salvaguardar o seu sabor e odor.



Um copo fino, estreito e longo é o ideal para beber Rakı. Deverá encher o copo com 1/3 de raki e 2/3 de água. Quando se adiciona água e/ou gelo ao Rakı, o seu aspecto transforma-se e lembra o leite. Talvez por esse facto e por ser uma bebida forte, os Turcos lhe chamem leite de leão (arslan sütü). O Rakı acompanha tradicionalmente as típicas mezes turcas, duas delas consideradas essenciais: o queijo feta (beyaz peynir) e o melão, mas também o tomate, pepino, alface e peixe. As mezes e o peixe são sempre os preferidos.
O Rakı é vendido em bares e restaurantes ao copo (Kadeh Rakı), em jarros de 17 cl, garrafas de 35 cl e garrafas de 70 cl.
Nos supermercados e lojas de bebidas alcoólicas podem encontrar-se os dois tamanhos de garrafas de Rakı (35 cl e 70 cl).
Nem todos os restaurantes turcos servem Rakı ou outras bebidas alcoólicas, e também não é possível encontrar Rakı ou outras bebidas alcoólicas em todos os supermercados da Turquia.

16 comentários:

Fabrícia disse...

Não conhecia....me lembrou o Arak..
Bjcas.

Miss Slim disse...

Tenho 1 garrafa mesmo juntinho de outra de Uzo :)
Só mesmo para decoração, ehhhh ...

Bjoca amiga e adorei as espetadas :)

Lídia Lopes disse...

Obrigada pelos vossos comentários!

Tanto o Arak como o Ouzo são bebidas semelhantes ao Rakı.

Nysa disse...

ora bem... siga um copinho :-)

maria disse...

...a minha garrafa de RAKI vai sr bebida numa ocasião especial* só espero poder voltar em breve-izmir'i özlüyorum :'(

Bruno disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bruno disse...

Eu quero uma. Onde encontro no Brasil?
Brigadão.

Mirna disse...

As vezes você ficar muito ansioso com essas bebidas, mas eu acho que devemos ter calma e não um grande negócio como oferecê-los em restaurantes em alphaville

Anónimo disse...

Brigadao mano adoria a resposta sera qe tem no brasil flw

gabs marry disse...

opaaaaa kk esse sim deve ser cooisa boa eem , sera qq tenho qq ir na turquia :9

Carlos Goncalves disse...

Sao Paulo na regiao da 25 de marco tem uma lojas turcas que vendem!!!

Elton Prossegur disse...

Tem mo Brasil sim, nos supermercados dia, pão de açúcar e nessas lojas que vendem narguilé..

Anónimo disse...

Gosto muito de ver a novela brasileira chamada Salve Jorge,fiquei muito curiosa em saber de que se tratava a bebida tao consumida pelos turcos e foi por esse motivo que entrei no google para fazer minha pesquisa...Fiquei muito surpresa ja que pensava se tratar de limao com vodka e gelo pois na verdade eu ja conhecia depois de 10 anos, ja que é a bebida preferida de meu marido o Ricard ou Pastis bebida renomada na França meu marido é français kd coisa né,nao gosto do Ricard,pastis etc...Um gosto horrivel do anis.Voila!

Jairo Estevam disse...

Eu ja tive o privilégio de tomar essa deliciosa bebida. Um amigo libanês me apresentou a ela e foi amor à primeira vista.Muito saborosa.( Sobe pra caramba).

Odécio Nascimento disse...

Ainda não tive a oportunidade de conhecer o rack, mas acredito que terei essa oportunidade.

helton schineider disse...

acredito que deve ser boa sera que da para comseguir aqui no brasil.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...linkwithin_text='Poderá também gostar de:'